Pular para o conteúdo
Voltar

Obras da nova sede do Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros estão em fase final

Governo de Mato Grosso já investiu R$ 1 milhão, recursos somados com valores oriundos das parcerias com outras instituições públicas
Carlos Celestino | Secom-MT

- - Foto por: Christiano Antonucci|Secom-MT
-
A | A

O trabalho de readequação predial do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), unidade operacional do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, segue acelerado, com 80% da obra finalizada. A previsão é que o prédio seja entregue ainda no primeiro semestre de 2022.

Neste projeto, o Governo de Mato Grosso já investiu R$ 1 milhão, recursos somados com valores oriundos das parcerias com outras instituições, que também atuam na preservação do meio ambiente.

O Batalhão de Emergências Ambientais atua no trabalho de combate aos incêndios florestais nos biomas mato-grossenses Pantanal, Cerrado e Amazônia.

A restruturação está sendo feita no prédio, que pertence ao Governo Federal, mas estava desativado, e foi entregue ao CBM-MT para transformá-lo em sede própria. Com isso, gerou economicidade aos cofres públicos, além de rapidez na obra, pois foi reaproveitado 100% do que estava construído.

A unidade possui 2.361.32m² construída, dentro do terreno de 3.256.10 m². São 20 salas, sendo administrativas, auditório com capacidade para 50 pessoas, sala de convivência, copa, cozinha, sala de almoxarifado, banheiros e garagem coberta para o estacionamento da frota de viaturas.

A comandante do BEA, tenente-coronel BM Jusciery Rodrigues Marques, relembrou que antes da estruturação desta unidade, os militares foram alocados de forma provisória em outros quarteis dos bombeiros, mas agora, todo trabalho prestado será  fortalecido com a reestruturação do local que terá base fixa. 

“Este ano, o BEA completa 12 anos de existência, mas nunca tivemos uma base própria, houveram sete mudanças, e nossa equipe era inserida dentro de alguma sala para funcionar. Agora, nossa base é realidade, resultado do trabalho realizado pela gestão do governador Mauro Mendes no repasse de recursos, junto com nossos parceiros, que também destinaram verbas para construção dessa unidade. Um trabalho de parceria para fortalecer nossos mecanismos para atuar no trabalho de proteção dos biomas”, declarou a comandante.

Mesmo com as obras em andamento, os militares continuam realizando o trabalho de planejamento de combate aos incêndios florestais 2022. Parte desta ação, está sendo estruturada na Sala de Situação, importante pilar da unidade que possui recursos tecnológicos para o monitoramento dos biomas em Mato Grosso. O resultado de toda essa estruturação com outras demais ações,  gerou expressivos resultados em 2021, com redução no focos de calor em todos os biomas mato-grossenses: Pantanal 82,09%, Cerrado 52,17% e Amazônia 42, 43%.

Estão integrados nesta ação as seguintes instituições: Programa REM, Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira, Tribunal Regional do Trabalho TRT, Sétima Vara Criminal de Cuiabá/Tribunal de Justiça do Estado e TAC junto à Secretaria de Meio Ambiente (Sema) e Secretaria de Estado de Secretaria de Estado de Segurança Pública

Serviço

O Batalhão de Emergências Ambientais fica localizada na Avenida Dom Bosco, esquina com av. Dom Aquino , 311 – Bandeirantes, em Cuiabá