Pular para o conteúdo
Voltar

Corpo de Bombeiros Militar participa de curso de Capelania na Segurança Pública

Ao todo 17 militares do CBMMT participaram da formação
Assessoria | CBMMT

Divulgação
A | A

Dezessete bombeiros militares concluíram o 1º Curso de Formação em Capelania na Segurança Pública, do Estado de Mato Grosso. O principal objetivo do curso é promover a formação básica dos profissionais da Segurança Pública no que diz respeito à assistência espiritual. O trabalho de Capelania consiste na assistência espiritual, aconselhamentos, visitações e acompanhamento em determinadas situações. O capelão pode atuar em conventos, áreas militares, escolas, hospital, etc. 

O curso de Capelania é fruto de uma parceria entre o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), Programa Nacional de Qualidade de Vida para Profissionais de Segurança Pública (PRÓ-VIDA) e Ministérios Pão Diário. 

A formação foi ministrado à distância. Com uma carga horária de 120 horas/aula, os participantes tiveram que assistir aulas gravadas, aulas ao vivo, realiza a leitura de textos e atividades avaliativas para a obtenção do certificado de participação. 

Com duração de quase três meses (20.08.2022 a 12.11.2022), as atividades contaram com 17 militares do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT). Para participar da formação os militares tinham que atender a pré-requisitos. Além disso, dois integrantes da Polícia Judiciária Civil e um da Polícia Militar também estiveram entre os alunos. 

O 1º Sargento BM Carlos Augusto de Campos Magalhães destacou sua gratidão ao curso realizado: “É muito gratificante, pois podemos trabalhar com nossos pares, superiores, com nossos subordinados, uma vez que prestamos assistência no aconselhamento, até mesmo na parte de relacionamentos, relacionamento familiar. É importante para que os nossos militares possam ter qualidade conforme os quatro pilares para vivermos bem, sendo eles, físico, mental, espiritual e a inteligência emocional”, declarou. 

A partir das aulas os discentes tiveram contado com oito professores espalhados pelo Brasil e com formações em diversas áreas. O curso foi dividido em oito módulos, sendo eles: espiritualidade e práticas aplicadas ao cuidado; estado laico, pluralismo religioso; contexto organizacional do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP); mediação e prática pedagógica; aconselhamento espiritual; boas práticas de acolhimento e cuidado; redes de cuidado e protocolos e projeto de assistência espiritual. 

A participação dos militares do CBMMT ocorreu por meio de bolsas integrais, ofertadas pela editora Pão Diário. Agora, o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso conta com 17 capelães distribuídos em suas regionais para atender as demandas da corporação.